Áreas Temáticas

LUGAR DO PETIZ (castelo)
30 MAIO E 1 JUNHO 19H-23H, 31 MAIO, 2 JUNHO 16H-23H | 3 JUNHO 16H-21H
Dedicados aos mais novos, os jogos e brincadeiras de outrora trazem ao castelo a emoção dos primeiros passos do pequeno guerreiro.

POSTIGO DA TRAIÇÃO (castelo)
30 DE MAIO E 1 DE JUNHO 21H-00H30, 31 DE MAIO 17H30-19H E 21H-23H30, 2 DE JUNHO 17H30-19H E 21H-00H30, 3 DE JUNHO 16H-20H
A derradeira passagem para o exterior das muralhas é um trilho obscuro e perigoso, onde são despejados os enfermos, desvalidos, órfãos e dementes.

A GUARDA DO ALCAIDE (Arco do Vento)
Com a missão de proteger o centro do poder no concelho, a guarda do alcaide vive e treina na praça do castelo, sempre preparada para qualquer agressão do exterior e garantir a segurança dos aldeãos que se recolham à fortaleza.

FAZENDA DOS ANIMAIS (castelo)
Este é um lugar de fantasia, aventuras e magia onde miúdos e graúdos podem conhecer os animais do reino.

AVES DE CAÇA (castelo)
Neste espaço, o visitante poderá ter contacto com aves de presa, bem como aprender algumas curiosidades sobre os espécimes e ainda algumas técnicas de falcoaria.

MOURARIA (Jardim das Rosas)
Excluída da circunscrição da vila, do lado de fora da muralha, a mouraria é o testemunho sempre presente do legado islâmico entre cristãos. As suas cores, aromas e sabores, os seus pregões, fazem deste espaço um lugar exótico e sedutor.

ARQUEIROS D`EL REI (castelo)
Acampamento de arqueiros onde se recria a vida quotidiana através dos ofícios militares e civis da época.

PAÇO DOS ROBERTOS (terreiro de Santa Maria)
Um espaço de lazer e interatividade onde os Robertos e Marionetas são os anfitriões.

MERCADO (Praça 5 de Outubro, rua do Salvador, rua da Fontinha e rua Gil Paes)
Os mercadores da região acorrem para fazer seu negócio. A perspetiva da presença de muitas dezenas de curiosos aguça o pregão e multiplica o número de tendas e vendas que se erguem ao longo das ruas.

OSPITALL
31 DE MAIO E 1 DE JUNHO 21H-00H | 2 DE JUNHO 16H-19H; 21H-00H | 3 DE JUNHO 16H-20H
Lugar de recobro para enfermos e desvalidos. Cenário onde a doença e a morte são o quotidiano, mas também onde físicos e boticários usam das práticas medicinais mais recentes.

BODEGAS E TABERNAS
A modéstia e a carência destes tempos obrigavam a uma cozinha criativa e esforçada, adaptada aos produtos locais e ao critério férreo do não desperdício. Enchem-se as casas de pasto de novos aromas e sabores e todos são convidados a sentar-se à mesa.

GIGANTES DE CAÇA (Jardim das Rosas)
30 MAIO E 1 DE JUNHO 19H-23H | 31 MAIO 2 JUNHO 14H-23H | 3 DE JUNHO 14H- 22H Vindos diretamente de terras germânicas, os gigantes de combate são os maiores e melhores cães de caça! Força, imponência e nobreza, tudo em cães gentis, dóceis e cuidadosos.

GHETTO (Jardim das Rosas)
Aqui vivem seres portadores de problemas físicos, sensoriais ou mentais, considerados, quase sempre, como sinais da ira divina, taxados como “castigo de Deus”. Ghetto é a zona da «escória», numa ideologia cómica e satírica.

LUDUS STRATEGI (Jardim das Rosas)
30 MAIO E 1 DE JUNHO 19H-00H | 31 MAIO 2 JUNHO 16H-00H | 3 DE JUNHO 16H- 22H
Numa época onde a estratégia, a astúcia e a destreza física eram fundamentais para fazer a diferença entre vencedores e vencidos, eis que surge, nesta área lúdica, um conjunto de jogos onde poderás defrontar os teus dversários e, com argúcia e destreza, ganhar os desafios.

TROCACUEIROS (Jardim das Rosas)
30 DE MAIO E 1 JUNHO 19H-23H | 31 DE MAIO, E 3 DE JUNHO 14H-23H
Neste espaço do recinto, as famílias poderão usufruir de uma estrutura criada a pensar no seu bem-estar e dos seus bebés. Aqui encontrará áreas dedicadas à higiene, à alimentação e às brincadeiras dos mais pequenos.

JARDIM DOS INFANTES (Jardim das Rosas)
Aqui os mais pequenos terão sessões de histórias musicadas e poderão experimentar as vivências da época, enquanto se divertem a fazer desenhos com tintas naturais, a colorir e a tecer lã, a disparar um trabuco, a fazer cota de malha e a superar jogos e desafios. Estas atividades e muitos outros espetáculos decorrem aqui.

LIÇA (Rua General António César Vasconcelos Correia)
Cavaleiros mais experimentados e homens de armas apeados revelam como o equilíbrio e a destreza podem ditar a glória ou a queda no campo de batalha. Arriscando a sua vida, estes fidalgos faziam demonstrações de bravura num jogo de preparação para a guerra.